domingo, outubro 17, 2021
HomeSociedadeCâmara de Comércio de Moçambique repudia onda de raptos e sequestros

Câmara de Comércio de Moçambique repudia onda de raptos e sequestros

O Presidente da Câmara de Comércio de Moçambique (CCM), Álvaro Massingue, condena a onda de raptos e sequestros que continua a abalar a sociedade moçambicana. Falando à margem do primeiro Conselho Consultivo da instituição, que teve lugar na cidade de Maputo, Massingue garantiu que o seu mandato (2021-2025) dará prioridade à “advocacia por uma sociedade onde fazer negócio não representa perigo, onde o investidor e o agente económico gozam de protecção necessária para o desenvolvimento das suas actividades empresariais”.

“Queremos transformar a nossa presidência num sinal de esperança e garantia que não nos faltará apoio neste desafio único de encarar e aceitar a adversidade do nosso pensamento como um caminho inevitável para garantir o presente e o futuro das nossas empresas e do seu desenvolvimento num ambiente político e económico favorável”.

- Anúncio -

De referir que, na semana finda, dois cidadãos moçambicanos foram raptados no mesmo dia (07 de Outubro), na cidade de Maputo, em quase uma hora. A Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) também repudiou os dois sequestros, instando, mais uma vez, as autoridades a esclarecerem o caso.

RECOMENDADOS PARA SI

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -

Mais populares

Últimas Entradas